Ministério Público: dramas, peregrinações e cidadania

Ministério Público: dramas, peregrinações e cidadania

R$ 38,00 R$ 30,40
Modelo: Minis_Publico
Disponibilidade: Em Estoque

O presente livro é fruto de um esforço interdisciplinar e etnográfico para retratar a realidade vivida por pessoas em busca da efetivação de direitos sociais junto ao Ministério Público e, ao mesmo tempo, para explicitar as práticas do próprio Ministério Público em busca da concretização dos referidos direitos junto ao Poder Executivo e, especialmente, Poder Judiciário. Um movimento complexo: por um lado, dramas, peregrinações e desconfianças e, por outro, leis, processos e contradições. Nesse contexto, entre violações de direitos e omissões do Estado, o conceito de cidadania vai ganhando novos contornos menos homogêneos e estáveis. Uma escrita densa – com base em trabalho de campo – que fez emergir um tipo peculiar de cidadania em um cotidiano de doença, pobreza e judicialização. Uma cidadania que, para muito além das adjetivações, não está acabada e sim, em constante construção. O estudo é um olhar “de perto e de dentro” que revela avanços, ambiguidades e retrocessos de uma importante instituição do Sistema de Justiça Brasileiro. É, sobretudo, um sincero e necessário convite ao debate. Afinal, a verdadeira ciência precisa – inapelavelmente – ser reflexiva e crítica.

"Alexandre promove encontros improváveis entre a dogmática jurídica e as práticas da vida cotidiana, entre abordagens próprias do campo jurídico e a antropologia social, entre determinados dispositivos de poder e as dinâmicas da diversidade cultural, entre os “profanos” e os “profissionais” do direito. Habilitando o espaço incerto do deslocamento, o autor consegue dinamizar conhecimentos disciplinares e tornar práticas jurídicas um tema plural; pluraliza assim, a sua possível inteligibilidade".

 

Drª Patrice Schuch 

Autor
Autor 1 Alexandre José da Silva
Especificações
Ano 2016
Editora Trajetos Editorial
Páginas 160

Fazer um comentário

Seu Nome:
Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.
Avaliação: Ruim Bom
Digite o código da imagem:

Continuar